quarta-feira, 22 de abril de 2015

O Jardim - A história vista por Ele


   Você ligou para o escritório dizendo que tinha uma ótima notícia para mim. Pela sua voz você estava realmente muito eufórica. Quero chegar logo em casa !
   Eu cheguei, mas tive logo que sair, reunião de emergência. Eu disse que ia rápido e que depois você me contava a notícia com calma. Você pediu muito para eu não ir, implorou mas eu fui. Eu tinha que ir.
   Eu não consegui pensar atenção na reunião, eu apenas conseguia pensar no que você queria me contar. Minha cabeça estava longe de tudo aquilo, eu só queria chegar em casa, te abraçar, beijar sua testa, dizer que tudo deu certo e que as coisas só irão melhorar.
   A reunião finalmente acabou! Já estou indo para casa, amor. Mas antes eu vou passar na sua floricultura favorita e pegar aquele buquê que você ama! Você ficou muito chateada comigo, quase chorou e eu prometi que nunca te faria chorar.
   Eu já cheguei aqui, vou descer do carro agora e comprar suas flores. Abri a porta do carro.
   "- Mãos para o alto!" - eu ouvi ele dizer.
   "- Isso é um assalto! Mãos para o alto!" - repetiu.
   Eu, no susto, reagi. Grande erro. Três facadas eu levei no pulmão. Ele não levou nada, correu assustado. Eu quase sem ar, te liguei.
   "- Me perdoa... Eu te amo..."
   Foi a única coisas que consegui dizer. Após isso eu fiquei olhando o parque que fica na frente da floricultura. Lembra que tínhamos o sonho de vir aqui brincar com o nosso filho? Desculpa por não te dar o seu maior sonho.
   Tudo começou a fica escuro...



2 comentários:

  1. Caramba, não sei o que dizer. Só sei chorar é uma coisa eu sei, minha morte é muito mais fácil do que me imaginar perdendo alguém. Sofrer não quero e também não gosto de fazer sofrer aqueles que amo. Complicado! Texto maravilhoso, seu fã.

    Blogboynews.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwn que lindo ! Muito obrigada mesmo!!

      Excluir

© | COISAS DA ELFA | • voltar ao topo